Não há razão para você pensar que a prosperidade é algo separado de sua vida espiritual ou “fora dos limites” da religião. Você não precisa tentar viver em dois mundos onde, durante seis dias, você delibera o que deve ser feito e no sétimo dia dá a Deus a oportunidade de lhe mostrar o que deve fazer. Em todos os trabalhos que você fizer durante a semana, considere Deus como um Pai rico, amoroso e compreensivo. Implore Sua divina sabedoria e orientação para todos os seus assuntos, financeiros ou não, e você ficará agradavelmente surpreso o quão melhor, se tornará cada fase da sua vida. Todas as coisas são vossas - é a promessa divina (Igor.3:21).
Recentemente, um analista me disse que havia constatado que a causa mais  comum do fracasso era o pensamento conflitante que as pessoas tinham quanto a ser o sucesso uma predestinação divina ou uma predestinação diabólica. Por exemplo, ele declarou que muitas pessoas lhe haviam assegurado que o fracasso era espiritualmente mais aceito do que o sucesso,citando as palavras de Jesus: Não podeis servir a Deus e às riquezas (mammon) (Mat. 6:24). Ele acrescentou que tinha perdido várias horas tentando explicar às pessoas que não tinham tido a oportunidade de realizar os seus desejos que, pelo fato de quererem ser bem sucedidas não significava que elas eram servas do dinheiro e que deveriam deixar de usar Deus como uma desculpa para os seus fracassos.
O dicionário descreve “mammon” como “riquezas consideradas como um objecto e adoração, ou como um falso deus”. Estamos a serviço do dinheiro quando excluímos Deus de nossos assuntos financeiros, ou, então, tentamos obtê-lo sozinhos. Quando você compreender que Deus quer que você seja próspero e que ele, como Criador deste abundante universo, é realmente a Fonte de sua prosperidade, então, você não estará idolatrando o dinheiro.
Você não está fazendo da prosperidade um falso Deus. Você estará,simplesmente, reivindicando da Fonte, todas as bênçãos, a herança a que você desde sempre tem direito. Jeová salientou a atitude espiritualmente certa com relação à prosperidade, quando disse a Moisés para lembrar ao Povo de Israel: Mas antes te lembres do Senhor Teu Deus que ele mesmo te deu forças para assim cumprir o seu pacto. (Deut. 8:18). A palavra “prosperidade” quer dizer uma vida esplêndida e é com esse intuito que um pensador próspero deve trabalhar e esperar como um direito espiritual.

Nesse momento você estará talvez se recordando de uma máxima, que eu ouvi também quando era criança, quanto a ser a prosperidade uma bênção espiritual. Dizia-se com frequência: “Sou pobre, mas sou um bom cristão”.
Embora a minha família tenha dado muitos pastores, eu sempre me arrepio quando ouço aquela máxima. Minha reação imediata é: “Por que os cristãos ou as pessoas de qualquer outra seita têm que ser pobres? Deus não é pobre,e Ele é nosso bem-amado Pai.” Mais ainda, essa máxima parece dizer que todos os ricos estão condenados ao inferno. De qualquer maneira, eu não posso entender por que os ricos têm que ir para o inferno, somente porque são prósperos. Isso me parece inconsistente
#descobrindopoderes

Trecho do livro :AS LEIS DINÂMICAS DA PROSPERIDADE