A diferença vibratória entre sentir-se esperançoso e assustado é a diferença entre melhorar e não melhorar. É a diferença entre manter esta condição indefinidamente ou larga-la.



Pode ser que suas finanças não estejam boas. Pode ser que tenha mais contas a pagar que ganha para saldá-las. Pode ser que tenha gente perseguindo você ao telefone ou batendo na sua porta. Mas você pode estar nesta condição econômica e sentir-se esperançoso ou amedrontado. E a diferença entre a esperança e o medo é a diferença entre as coisas melhorando ( ou piorando) para você.

Este é um Universo Vibratório e vocês são Seres Vibratórios. Você não ajusta o radio na 630 AM esperando ouvir a 98.6 FM. Você entende que precisa alinhar as frequências e assim o faz. Você não ajusta o rádio na frequência que não quer ouvir e fica teimosamente exigindo que as leis da física mudem para que possa ouvir o que deseja sem que tenham que fazer alguma coisa a respeito.

Você não pode ficar dizendo que as coisas vão mal – e ficar oferecendo uma vibração sobre as coisas indo mal – e estar receptivo para o que deseja ao mesmo tempo.

Faca as pazes cm sua situação atual. E aqui está a parte mais importante: Quando sentir desespero, ou qualquer outra emoção negativa, e buscar um pensamento que faça com que se sinta melhor, o que acontece é que você conscientemente ganha algum controle sobre sua experiência. E amigos, sempre enfatizamos a importância desta conscientização de que você pode fazer alguma coisa a respeito da forma como se sente.

Quando você escolhe um pensamento que o faz sentir-se melhor do que o pensamento que havia escolhido antes, e conscientemente reconhece que tem poder para escolher, e que de fato pode escolher, e que mudou sua frequência vibratória – então não há onde não possa chegar. Desaparece aquela nuvem de desespero, desaparece aquela nuvem de incapacidade de controlar sua própria experiência.

Tudo que quer – seja um objeto material, um estado de ser, um relacionamento, uma circunstância ou um evento – tudo que você já quis ou alguém que conhece já quis não foi por outra razão senão a de achar que vai sentir-se melhor quando conseguir o que deseja. Mas quando você decide que quer sentir-se melhor somente porque decidiu que deseja sentir-se melhor, e que você tem o poder de escolher um pensamento que o faça sentir-se melhor agora, então você está no seu caminho. E não existe onde não possa chegar com esta decisão.

Pessoas bem-intencionadas, às vezes, irão encorajá-lo a sentir bem mais rápido do que você consegue. E a razão que já dissemos isto e estamos repetindo é porque você não pode ajustar o dial do rádio no 630AM e ouvir o que está sendo transmitido no 98.6FM; as frequências não combinam. E se estiver desesperado, com medo ou raiva, você não pode saltar para a alegria; não pode nem sentir uma brisa de alegria. É uma frequência vibratória diferente.

Percebemos, ao observar vocês, que não conseguem quando querem saltar da raiva ou desespero para a alegria; não é possível fazer isto. E não é porque não sejam bons. É porque a Lei da Atração não dá acesso a pensamentos ou lembranças ou experiências que estejam muito distantes vibratoriamente do ponto em que estão.

É muito importante que você decida hoje ( bom, você pode decidir amanhã ou a qualquer momento que queira, mas será importante para você quando tomar esta decisão) que nã queira saltar frequências...Não importa em que ponto está, você pode mover-se gradualmente a melhores estados emocionais.
O importante agora é que se decida de uma vez por todas que a única relação consciente será a relação entre como se sente e como deseja sentir-se. Em outras palavras, ‘Minha intenção dominante é encontrar pensamentos melhores para serem pensados a partir do ponto em que me encontro. Não será o melhor pensamento que jamais pensei, ou o melhor pensamento que alguém já pensou, mas simplesmente o melhor pensamento que posso ter agora, neste momento’.

Decida-se agora que não vai comparar seu estado emocional com o de ninguém, porque o estado emocional dos outros diz respeito somente a eles: nada em haver com você. Seu amigo diz, “Alegre-se! Fique feliz!” Diga ao seu amigo, “ Ontem eu estava deprimido e hoje estou com muita raiva. E isto é o melhor que posso fazer agora. Não me pela para saltar para uma vibração luminosa, fofa, clara com pirulitos e rosas porque não é possível. É um salto quântico que não consigo dar. Vá embora, a menos que goste de ficar perto de alguém bem zangado.”
Decida-se a ser consciente de como se sente. Como se sente é o que realmente importa. E sinta alegria quando sua vibração mudar. Quando você for do desespero ou do medo para a raiva, queremos que tenha uma triunfante emoção de celebração porque isto foi um movimento vibratório grande e importante, e porque uma vez que fique com raiva conseguirá ir rapidamente para a frustração. E quando sentir o fôlego fresco que a frustração proporciona, queremos que pare e comemore sua conquista –  mas você não será capaz de fazer isto se estiver se comparando com os outros...

Sua criatividade tem haver unicamente com a Fonte de energia que cria mundos. E suas emoções dizem tudo que precisa saber sobre este relacionamento. Por isso, não importa quão feliz alguém está. Somente importa quão feliz você está.

O que queremos que saibam é que você deve dar-se um "A" ou um "10" quando sai da depressão ou medo e vai para a raiva, porque este movimento significa muito.

Significa que você mudou tanto vibratoriamente que agora tem acesso a todo um leque de pensamentos e experiências diferentes. E, logicamente, você não deseja ficar empacado na raiva, mas da raiva você pretende ir para a frustração que já é uma tomada de ar fresco. Ir do desespero ou medo para a frustração seria um pulo  vibratório muito grande.

Se der uma olhada em suas experiências passadas ( e não queremos que fique procurando muito, somente o necessário para começar a sentir visceralmente), poderá perceber que as emoções estão sempre vindo em resposta àquilo onde coloca a sua atenção. E vai descobrir que pode estar no controle de como se sente – o que significa que agora você já é um perito na Arte da Aceitação e Permissão. Isto é, não importa o que está acontecendo ao seu redor, você descobriu um modo de sentir-se bem e permanecer Conectado.
E quando você tiver descoberto isto, então o Bem-Estar irá segui-lo para onde for.

Extraído do Abraham-Hicks Workshop G-29-01-05, san Antonio, TX – Tradução de Claudia Giovani