Certa vez, diante da multidão fascinada, Jesus revelou:
«Aquele que tiver fé, fará as obras que eu faço e fará obras maiores ainda do que essas.» (Jo. 14,12)
Aqui ele começa a desvendar o segredo do seu poder. Noutra ocasião, afirmou:
«Aquele que tiver fé, expulsará os espíritos malignos; falará línguas novas, pegará em serpentes, se beber veneno mortífero não lhe fará mal; imporá as mãos sobre os enfermos e eles ficarão curados.» (Mc 16, 17-18).
Por meio dessa revelação, ensinou que o seu poder não era privilégio apenas seu, mas um dom existente em todo o ser humano
Com a maior clareza, o Mestre apresenta à humanidade a mais estupenda das descobertas.
Disse, com todas as letras, que você, eu, qualquer pessoa, temos o poder de acalmar tempestades, multiplicar alimentos, aplacar a fúria das águas, transformar água em vinho, atrair peixes para uma pesca abundante, fazer aparecer o dinheiro necessário (como ele o fez através da guelra de um peixe); curar lepra, paralisia, cancro e todos os tipos de enfermidade.
Disse também que você tem o poder de transportar montanhas, fazer milagres, tudo alcançar e tomar possível o impossível.

OS TEMPOS SÃO CHEGADOS

Não basta saber que você tudo pode.
Jesus afirmou essa verdade há dois mil anos e tudo continua como dantes no quartel-general em
Abrantes.Perante isso, talvez você me chame pretensioso: se até agora ninguém, ou quase ninguém,
descobriu a fórmula de Jesus para operar milagres, por que seria eu o privilegiado?
Não é que eu seja privilegiado, os tempos é que são chegados.
Jesus sabia que decorreriam séculos até que o homem se desse conta das revelações que fazia.
Disse, diante da humanidade cega e surda: «Tendo olhos não vêem, tendo ouvidos não ouvem.»


Mesmo sabendo da incredulidade secular, proclamou: «Passarão os céus e a terra, mas minhas palavras não passarão.» «Natura non facit saltus" – diz a sabedoria latina. Quer dizer: A natureza não dá saltos.
Como Jesus visitaria esta terra uma só vez, era-lhe indispensável que a verdade fosse dita, ainda
que demorasse alguns milênios a ser assimilada. Não perdeu a oportunidade, apesar de tudo.
Se pelas verdades mais simples ele acabou executado na cruz, imagine se tivessem percebido
que falava de um poder capaz de mover montanhas.
Para Deus, o tempo é espaço inexpressivo. Dois mil anos de espera, ou mais, não passam de alguns segundos da eternidade. O mais maravilhoso é que o tempo chegou.Lance um olhar para trás e contemple a caminhada sofrida da humanidade, vitimada por guerras, catástrofes, pestes, doenças incuráveis, injustiças, fome, misérias, hostilidades,primitivismos, ignorância, decepções, fracassos, desgraças sem fim.
Olhe para o mundo de hoje e, embora em escala menor, você constata: cancro, SIDA, enfartes,diabetes, cegueiras, surdez, paralisia, doenças de todo o tipo, misérias, injustiças, prejuízos,
prepotência, sofrimentos, desamor, ódios, agressões, assaltos, assassinatos, sequestros, privações de
toda a espécie. Muitos chegam a pensar que a humanidade vai de mal a pior.Como podem ter chegado os tempos?
Como é possível acreditar-se na existência de um poder ilimitado na criatura humana, se ela se arrasta, mal suportando sua carga?
Se nem mesmo os cristãos, com todo o seu alto cortejo de teólogos, pensadores, escritores,
pregadores, ascetas, contemplativos, filósofos e sociólogos, conseguiram vislumbrar essa verdade no acervo dos ensinamentos do Cristo, como posso eu enxergá-la? Não sou o primeiro nem o último.
Os tempos são chegados. Ao longo dos séculos, muitos videntes, iluminados e precursores, haviam detectado a verdade da existência do poder infinito na criatura humana, mas passaram despercebidos pelo grosso da humanidade.
Agora os tempos são chegados. Nem um milhão de anos sofridos é argumento inteligente para provar que não existe poder ilimitado na pessoa.
O universo atravessou mais de dois mil milhões de anos sem conhecer o avião e nem por isso ele deixou de ser inventado. Os tempos são chegados.