A FÉ: A MAIOR DESCOBERTA DO UNIVERSO

Até Jesus, não se tem notícia de que algum sábio ou descobridor tenha falado da fé.
Segundo o grande Mestre, tudo o que a mente pode imaginar, criar, conceber, a fé pode realizar.
A fé permite ao ser humano exercer, na mais ampla plenitude, o seu poder criador.
A fé determina o processo pelo qual o poder é desencadeado. A fé é a fórmula infalível do poder humano.
Sempre que existir fé, existirá a realização do poder. Não pode existir fé sem que seja accionado o poder.
Fé: o caminho mais curto entre o pensamento e a realização. «A fé», escreveu o famoso escritor russo Leon Tolstoi «é a força motriz da vida.»

TUDO O QUE PEDIRDES COM FÉ


Certa vez, o Mestre ensinou que «Tudo o que pedirdes, em estado de oração, com fé, alcançareis». (Mt 21,22). Por esta afirmação, Jesus faz diversas revelações fantásticas.
Primeira: O ser humano pode conseguir tudo o que quiser. Qualquer coisa que lhe seja dado criar na mente, pode realizar. Não há nenhum limite a não ser o que a própria pessoa se impõe.
Jesus usou a palavra «TUDO» sem qualquer restrição.
«ESTADO DE ORAÇÃO» compreende momento de profundidade espiritual, concentração, nível alfa, nível mental em que você se torna uno com o seu pensamento e com o Deus imanente.
Com «FÉ» — é a chave do poder. Aqui reside o segredo.«ALCANÇAREIS» — é o resultado final, acabado, total, perfeito, completo

QUEM TEM FÉ TUDO PODE

Quando aquele pai, já desiludido dos médicos e curadores, foi ao encontro de Jesus e lhe perguntou se podia curar o filho, que sofria de ataques, teve esta resposta:
Quanto ao poder, quem tem fé tudo pode. (Mc 9,23).



Aqui, novamente, o Nazareno insiste na verdade de que a fé jamais esbarrará numa força maior. Nada, nem ninguém, conseguirá resistir ao ímpeto todo-poderoso da fé.
Pela fé, o poder humano atinge as raias do infinito. Infinito relativo, é claro. Significa que, tão infinito quanto infinita possa ser a mente, assim é o poder da pessoa.
Os limites humanos não estão nos obstáculos ou nas impossibilidades dos desejos, mas no tamanho do pensamento e da fé. Se você cria um pensamento pequeno, o resultado será pequeno. A fé medíocre terá resultado medíocre, ou nenhum resultado. Na verdade, não se poderia falar em fé maior ou menor: ou se tem fé absoluta ou não se tem fé.
Para fazer uma comparação pitoresca, a fé é como gravidez. Jamais existirá uma pessoa mais ou menos grávida.

LAURO TREVISAN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!! Deixe aqui o seu comentário, diga o que achou sobre a leitura.Sua participação é muito importante. Obrigada.