OU OBSERVADOR REAGENTE INVETERADO?


Essa é uma diferença muito importante para quem quer realmente criar o que quer. A pessoa mais consciente é bem mais deliberada, ela percebe que tem infinitas escolhas e por ela saber o que quer, ela tem mais aflorada a sua inerente tríade de intenções de mais; liberdade, felicidade e expansão. E é isso que ela procura em tudo. Ela sabe apreciar isso em tudo: Ela mora em um apto pequeno, então ela pensa; adoro meu apartamento, é bem mais fácil de arrumar, me dá mais liberdade de ter mais tempo pra mim, e por ele ser pequeno eu estou sempre procurando sair mais, em fim, ela encontra muitas coisa para apreciar. Se ela tem uma casa grande, ela aprecia ter a liberdade de poder ter mais lugares para ficar mais só, embora na mesma casa e ainda poder meditar mais um pouco, de poder receber mais e melhor os amigos, de ter espaço para guardar seus muitos brinquedinhos de criança grande, ela sabe tirar proveito de tudo para continuar a apreciar mais…




           


Já a pessoa observadora reagente inveterada, está sempre dependente das; circunstâncias, dos eventos e das pessoas. Ela acha que não tem escolhas, ela precisa acompanhar as pessoas e os acontecimentos para poder sobreviver. Ela geralmente não tem e nem quer muitos momentos em que ela esteja realmente só, ela quase que não medita, ela projeta mais, tudo. Ela tem sempre mais coisas para continuar a reclamar, apreciar só quando vê uma criança linda, mas logo diz, eu adoro criança, mas dos outros. Ou quando vê um carro novo, mas logo diz, esse deve ser de mais um dos muitos ladrões do povo. Se mora num lugar pequeno, reclama que não tem lugar para nada, que queria poder receber mais seus amigos, e se justifica dizendo que é por isso que não tem gosto para nada. Que não tem vontade nem de sair e ter de voltar para aquele lugar tão pequeno de novo. Se mora numa casa grande reclama, que não tem dinheiro para mobiliar do jeito que gostaria, que não convida mais os amigos, porque não tem grana para ter uma casa decente, se recebe os amigos, ela mesma deprecia tudo que tem. A casa é tão grande que eu não consigo mantê-la bem arrumada, não repara na mobília, eu to meio sem dinheiro para a reforma e poder mobiliar melhor, espero que você não repare, sabe como é casa de pobre…


Por Eduardo Billy - 14 de fevereiro de 2016