26 º DE 26 PASSOS PARA CRIAR A PROSPERIDADE

Devemos ter gosto pela vida, o que significa apreciar toda sua exuberância e saber que existe uma única vida sob incontáveis formas.

 GOSTO PELA VIDA


Devemos ter gosto pela vida, o que significa apreciar toda sua exuberância e saber que existe uma única vida sob incontáveis formas. Conhecer essa vida significa saber que o poder está no momento presente, que eu sou ela, que você é ela, que tudo isso é ela e ela é tudo que existe.
Rabindranath Tagore, o poeta indiano, disse:
”O mesmo rio que corre pelo mundo corre constantemente pelas minhas veias e baila ao som de sua própria música. É a mesma vida que grita de alegria, perfurando a terra com incontáveis laminas de relva, e explode em agitadas ondas de flores”. Ele chamou isso “o palpitar das eras, dançando em meu sangue neste exato momento”.



Ter o gosto pela vida

é entrar em contato com essa dança, é enfrentar o que vem pela frente com despreocupação e liberdade.
O desconhecido é o campo de todas as possibilidades que existe em cada instante.
Nele encontramos liberdade, vamos além dos condicionamentos do passado e muito além
da prisão do espaço e do tempo.

Como disse Dom Juan a Carlos Castañeda


”Não importa qual seja nosso destino especifico, desde que enfrentemos com máximo de abandono”.

Isso é desprendimento. Isso é alegria.Isso é liberdade, gosto pela vida.

Bem, aí foram eles. Vinte e seis passos para conquistarmos riqueza ilimitada, vinte e seis passos para a prosperidade. Repito que você não precisa cultivar racionalmente essas atitudes e atributos. Basta ter consciência deles.

Leia-os diariamente ou faça uma gravação e ouça-os, e você verá sua vida mudar e tornar-se uma manifestação de prosperidade, abundância, infinidade e imortalidade.
Crie toda a riqueza que seu coração desejar. Realize todos os desejos matérias e imateriais que você possa ter. Crie a riqueza e gaste-a com prodigalidade, depois reparta-a com os outros. Dê riqueza a seus filhos, familiares, parentes, amigos, à sociedade e ao mundo. Lembre-se de que a riqueza pertence ao universo, e não a nós -nós pertencemos a ela.
Somos filhos privilegiados do universo e ele escolheu repartir sua fortuna conosco.
Basta dirigirmos nossa atenção para prosperidade e ela será nossa.
Disse um grande sábio indiano:
”Você está onde sua atenção o leva. De fato, você é sua atenção.
Se ela se divide, você se divide. Quando sua atenção está no passado, você está no passado. Mas quando sua atenção está no momento presente você está na presença de Deus e Deus está presente em você”.
Portanto, tenha consciência apenas do momento presente, do que você está fazendo agora. Deus está em todos os lugares e para sentir sua presença você só precisa abraçá-lo conscientemente com sua atenção.

Postar um comentário

0 Comentários