MEDITAÇÃO - SAINT GERMAIN



Os indivíduos que estão continuamente pensando e discutindo algum negócio ou projeto que fracassou, seguramente no fim destruirão a si mesmas, se não invocarem a Lei do Perdão para apagar completamente aquela situação.

Conservar alguém uma atitude de vingança contra um mal aparente, imaginário ou não, só redundará em acarretar para si mesmo incapacidade mental e física (paralisia ou mal de Parkinson). O antigo, e no entanto maravilhoso ditado, vindo até nós através dos tempos:

- "A menos que perdoeis, como esperais ser perdoado" - é uma das mais graves leis a ser aplicada na experiência humana. 

Oh! se os indivíduos em geral e muitos discípulos pudessem ao menos ver como eles se prendem a coisas desnecessárias, permitindo que a mente revolva assuntos discordantes que já passaram e que não podem ser remediados por meio dos sentidos externos!

O que há de mais importante e que toda a humanidade procura, realmente, é Paz e Liberdade, que sempre são as portas da felicidade. Existe apenas um caminho possível para receber esta graça: conhecer Deus - a "Presença EU SOU", e Esta Presença é a única Inteligência em ação em vossa Vida e em vosso mundo, em qualquer tempo. Apoiai-vos então nesse conhecimento e vivei-o.

Uma das coisas mais surpreendentes que foi dado à minha experiência testemunhar - desde que entrei no Estado Ascensionado - é a ideia distorcida da liberdade financeira. 

Há somente um modo seguro e certo de construir vossa eterna liberdade financeira, que é conhecer e sentir com todas as fibras de vosso Ser: 

"EU SOU a Substância, a Opulência já aperfeiçoadas no meu mundo, de todas as coisas construtivas que eu possa conceber ou desejar". Isto é a verdadeira liberdade financeira, e isso vos trará essa liberdade enquanto a mantiverdes.
Por outro lado, o homem pode empregar - consciente ou inconscientemente - o bastante dessa "Presença EU SOU" ou Deus- Energia para acumular, por meio da atividade exterior, milhões de dólares; mas em que se funda a sua certeza de conservá-los? Afirmo- vos que é impossível a qualquer ser no mundo físico conservar a fortuna acumulada sem estar consciente de que:

 "Deus é o Poder que a produz e mantém". Vedes, diante de vós, freqüentes ilustrações de grandes fortunas que criaram asas durante a noite, por assim dizer. Milhares de indivíduos, nos últimos anos, travaram conhecimento com esta experiência. Mesmo depois de ter ocorrido a perda aparente, se eles tivessem sido capazes de manter firme sua opinião consciente, isto é, "EU SOU a riqueza de Deus em Ação agora manifestada em minha Vida e em meu mundo", a porta ter-se- ia aberto imediatamente para eles, para que recebessem de novo a abundância.


Por que digo - "de novo" Porque haviam criado o momento e adquirido uma grande confiança. Portanto,todos os requisitos estavam perto, prontos para uso imediato; mas na maioria dos casos eles permitiram a entrada de um grande desânimo - muitas vezes ódio e reprovação - o que fechou e trancou a porta a um progresso subsequente.

Agora, deixai que vos afirme, Amados Filhos de Deus, que nunca existiu neste mundo condição externa tão má, tão desastrosa que estivesse fora da Ativa Presença de Deus "EU SOU" com Sua Eterna Força e Coragem para restabelecer a liberdade e independência financeira.

Quero que os discípulos compreendam isso, porque, nesta época em que caem tronos e governos, fortunas individuais e outras, as pessoas precisam saber e compreender: se a sua fortuna foi dissipada devido à ignorância do entendimento, então a "Presença EU SOU" neles, Deus em Ação, será o reconstrutor seguro de sua fé, confiança, fortuna ou de tudo sobre que desejarem dirigir sua atenção consciente. Assim, eles permitem a essa Poderosa Energia Interior, que é o único poder capaz de executar qualquer coisa, fluir ao encontro de seu desejo.

Todo indivíduo que aparentemente tenha experimentado uma perda econômica deveria imediatamente usar a maravilhosa afirmação de Jesus: "EU SOU a Ressurreição e a Vida... (dos meus negócios, minha compreensão ou qualquer coisa pertinente). Digo-vos francamente, amados discípulos, que não há a mínima esperança para vós, no céu ou na terra, enquanto persistirdes em manter na vossa consciência pensamentos e sentimentos de crítica, condenação ou ódio de qualquer espécie, incluindo até mesmo a mais leve aversão.



Isso nos conduz a um ponto de vital importância, de que apenas deveis vos preocupar com a vossa própria atividade e com o vosso mundo. Não é de vossa alçada julgar um outro, porque não conheceis as forças nem as condições que agem sobre vosso semelhante. Apenas conheceis o ângulo sob o qual é visto, e eu vos digo,no caso de ser alguém inteiramente inocente de qualquer intento de prejudicar um terceiro, os que emitem crítica, censura ou ódio sobre ele, estão fazendo pior do que se cometessem um assassinato físico. Por quê?



Porque o pensamento e o sentimento são o único Poder Criador, e conquanto tais pensamentos e sentimentos não cheguem a atingir ou a prejudicar seu objetivo, são obrigados a voltar e trazer consigo as condições emitidas pelo indivíduo que os projetou, e sempre com acumulada energia.

Assim, aquele que mantém pensamentos daninhos em relação a um terceiro, está na realidade destruindo a si próprio, seus negócios e interesses. Não há meio possível de evitar isso, a não ser que o indivíduo desperte e conscientemente inverta as correntes.


 DO LIVRO DE OURO DE SAINT GERMAIN

Postar um comentário

0 Comentários