ENERGIA INESGOTÁVEL - DISCURSO


DISCURSO

Após séculos de atividade, Nós chegamos ao ponto focal em que as experiências das idades entram em ação instantânea, em que todo o tempo e espaço se tornam a "Presença Una", Deus em Ação agora.

Sabendo que Ela é a "Presença de Deus EU SOU" que faz palpitar vosso coração, então sabeis que é por Seu intermédio que a Voz de Deus fala; e à medida que meditardes sobre a Grande Verdade:
 "EU SOU a Suprema Atividade Inteligente através de minha mente e coração"
 levareis o verdadeiro e fidedigno sentimento divino ao coração.

Desde há muito os humanos têm amado apenas na periferia do círculo. Uma vez que o estudante se torna realmente consciente de que Deus é Amor, e que a Verdadeira Atividade do Amor se exerce através do coração, compreenderá que focalizar a atenção no desejo de projetar Amor, com qualquer propósito, é o privilégio supremo da atividade externa da consciência, que pode gerar Amor em grau ilimitado. A humanidade não compreendeu até agora que o Amor Divino é um Poder, uma Presença, uma Inteligência, uma Luz que pode ser atiçada até se transformar numa fogueira ilimitada; que está na inteligência consciente de toda pessoa, especialmente dos estudantes da Luz, criar e gerar essa "Presença de Amor" de forma a torná la uma invencível, inesgotável "Presença" pacificadora, seja onde for que a consciência do indivíduo deseje conduzi-la.

Foi dito algures que "ao Amor não se dá ordens. " Eu vos digo. "Amor é o Princípio Fundamental da Vida e pode ser gerada em qualquer grau, ou sem limite algum, para uso infinito". Tal é o majestoso privilégio do uso

e direção conscientes do Amor.

Quando digo "gerar", significa abrir a porta, através da devoção consciente, para o extravasamento dessa inesgotável fonte de Amor Divino, que é o Coração de vosso Ser - o Coração do Universo.

Os discípulos, pela contemplação deste Poder Infinito do Amor, tornam-se um manancial para o Seu

extravasamento, a tal ponto que lhes será possível usá-lo de modo perene dirigindo-o conscientemente.

Quando meus amados discípulos desejarem libertar-se rapidamente de certas ocorrências dolorosas ou de alguma atividade externa, posso apenas recomendar a afirmação: "EU SOU a Presença que ordena, a Energia inesgotável, a Sabedoria Divina, fazendo com que meu desejo seja cumprido". Isto trará a mais rápida libertação de qualquer condição indesejável, que a própria Lei do vosso Ser possa permitir. Ciente disso, podeis ainda dizer: "Na Presença EU SOU agora permaneço, inatingido por toda condição externa perturbadora. Sereno, cruzo os braços e confio na ação perfeita da Lei Divina e na Justiça do meu Ser, ordenando que tudo o que estiver no interior do meu círculo apareça na perfeita Ordem Divina".

Este é o maior privilégio do discípulo e deveria ser sempre sua inspiração. Aqui direi alguma coisa que poderá ser muito encorajadora, e espero que o seja: todo discípulo que se esforça seriamente por atingir a Luz está sendo enrijecido, tal como preparais o aço que é mais rijo, dura mais, resiste melhor a tudo e é o mais forte.

Isso é o que a experiência da vida proporciona ao indivíduo. Quando ele anseia por se libertar e apesar disso aparecem experiências penosas, é o fortalecimento do caráter que se firma e que lhe dá, afinal, a perfeita e eterna Mestria sobre todas as coisas externas. Ele pode, com a exata compreensão desse ponto, calmamente regozijar-se com a experiência que lhe permite voltar- se e aconchegar-se à Gloriosa, Maravilhosa "Presença EU SOU".

Por isso, amados discípulos, nunca vos desespereis em meio às provas que algumas vezes parecem vos oprimir pesadamente; mas alegrai-vos, porque cada passo para a frente conduz a essa Eterna Meta que não tem de ser repetida. Que o discípulo recorde freqüentemente a seguinte afirmação: "EU SOU a força, a coragem, o poder de avançar com firmeza através de todas as experiências, sejam elas quais forem, e continuar em alegre exaltação espiritual, plena de paz e harmonia em todos os momentos, pela Gloriosa Presença que EU SOU".

Para o atleta, o início da disputa é uma gloriosa antecipação mas, à medida que ele alcança a meta e que o adversário se aproxima, emprega todos os esforços, sua respiração torna-se curta e, com um último arranco, transpõe a linha da vitória. O mesmo se verifica com os discípulos na Senda. Eles sabem que com o emprego da "Presença EU SOU" não podem fracassar. De modo que devem apenas apertar o cinto, preparar-se para o que for preciso, e com um aceno de mão dizer adeus ao adversário.

Mais feliz que o atleta, o estudante sabe, desde o inicio, que não pode fracassar porque: "EU SOU a Inesgotável Energia e Inteligência sustentando-me".

O poder de precipitação está contido na "Presença EU SOU". Isto deve ser lembrado sempre: "'EU SOU' o Princípio Vital neste meu corpo; em toda a parte, até no coração de Deus, Sou a inteligência
Governante do Universo. Logo, quando eu quiser precipitar o que quer que seja, sei que: 'EU SOU' o Poder atuante, 'EU SOU' a inteligência dirigente. 'EU SOU' a Substância que está sendo utilizada e trago-a agora à manifestação visível para o meu uso".

Ponderar sobre a frase que acaba de ser enunciada tornará o discípulo capaz de entrar nesta atividade sem esforço ou ansiedade.
A questão que tantas vezes se defronta com os discípulos, no Poder de Precipitação, é a do dinheiro. A primeira pergunta: "Como poderá ser precipitado esse dinheiro sem interferir ou ultrapassar o limite determinado pelo Tesouro Nacional?" Desde que se estabeleceu o dinheiro como padrão de troca baseada em lastro ouro, que é, por assim dizer, a garantia de toda a emissão, deve ser lembrado que tem havido um número de desastres quase incontável, de uma forma ou de outra, e através dos quais o ouro bem como emissões de dinheiro têm sido perdidos. Bilhões de dólares têm desaparecido deste modo. Da mesma maneira, desapareceram milhares de toneladas de ouro de diversos países, submersas no oceano ou enterradas nas profundezas por cataclismos. Portanto, como a precipitação é feita do ar, que é ouro em seu estado natural, a precipitação teria que existir em enormes quantidades, antes de se levantar qualquer dúvida quanto à sua legalidade. Mais freqüentemente, entretanto, o ouro é precipitado no seu estado natural e, portanto, sempre  legal em seu uso.

Como o mundo tem oferecido recompensas para que sejam produzidas maiores quantidades de Ouro, por que não precipitá-lo e beneficiar o mundo pelo seu uso? Mas, não Me considerarei responsável pelas perguntas que serão feitas quando o precipitardes, porque não fazeis idéia do que seja a curiosidade da mente externa quando atraís sua atenção para o ouro. Eu vos afirmo que o externo imediatamente se inflama ao saber que possuís uma mina de ouro. A provável indagação que venham a fazer sobre a procedência do ouro é apenas uma forma sutil de inquirição, a fim de descobrir vossa fonte e aproveitar-se dela. Minha opinião é que deveis responder a esta pergunta assim: "Aqui está o ouro. Ao senhor não importa onde o adquiri, analisai-o, se não for cem por cento podeis recusá-lo. Se for, sois obrigado a recebê-lo segundo a Lei do vosso governo".

Contudo, não esqueçam que a "Presença EU SOU" é quem governa essa precipitação de ouro e o faz circular livremente.

DO LIVRO DE OURO DE SAINT GERMAIN

Postar um comentário

0 Comentários