DEUS EM AÇÃO - DISCURSO



DISCURSO

Os aparentes mistérios da vida, com as experiências que os acompanham, são bênçãos sob falsas
apresentações, quando bem compreendidos - porque qualquer experiência que nos faça voltar com mais firmeza para a Una Presença "EU SOU", Deus em Ação, ter-nos-á sido de um maravilhoso proveito e benefício.

A situação desafortunada em que se encontram as pessoas ocorre porque elas visam eternamente às fontes exteriores para obter inspiração e também o Amor, que nada mais é do que a Suprema Presença e Poder do Universo.

Sejam quais forem as condições que tivermos de enfrentar, não devemos, em tempo algum, esquecer a Verdade de que o Amor é o Centro do Universo, em torno do qual tudo gira. Isso não significa que devamos amar desarmonia, discórdia ou qualquer coisa diferente do Cristo, ao contrário, devemos amar Deus em Ação, a "Presença EU SOU" em tudo parte presente, porque o oposto ao ódio é o Amor e não se pode odiar em qualquer sentido sem antes ter amado profundamente.

Cada ser humano é um poder e está destinado a ser o princípio governante de sua vida e de seu mundo.
Reconhecendo que, no interior de toda pessoa, está a "Presença EU SOU", Deus em Ação permanente, então cada um sabe que empunha o Cetro do Domínio, e deve recordar que a invencível Presença de Deus é, a todo instante, a atividade inteligente no seu mundo e assuntos. Isso mantém sua atenção distanciada da aparência exterior, que nunca exprime a Verdade senão quando iluminada pela "Presença EU SOU".
Seja qual for o problema que deva ser solucionado, só há um Poder, Presença e Inteligência que pode resolvê-lo:
                  É o reconhecimento, por parte do indivíduo, da Presença de Deus, na qual nenhuma                             atividade externa pode interferir a não ser que a atenção da pessoa se afaste, consciente ou                   inconscientemente, do reconhecimento e aceitação do Supremo Poder de Deus.

O princípio vital, sempre em atividade, está continuamente tentando expressar-se em sua Perfeição natural; mas os seres humanos, dotados que são de livre-arbítrio, consciente ou inconscientemente qualificam-no com toda espécie de deformidade. O indivíduo que mantém a atenção firmemente fixada na "Presença EU SOU", em Deus e com Deus, torna-se um Poder Invencível que manifestação alguma da humanidade pode destruir.
No reconhecimento de que: "EU estou aqui" e "EU estou já", surgirão pessoas para nos auxiliar onde se fizer necessário, já que o "EU SOU" também está no íntimo daqueles amigos. A libertação de todo domínio externo ou interferência somente pode ocorrer através desse reconhecimento da "Presença EU SOU", Deus em Ação, na vida e no mundo do indivíduo.

Muitas vezes isto requer grande tenacidade, para ele se manter inabalavelmente nessa Presença, quando as aparências negativas parecem estar dominando. O antigo provérbio: "Ninguém fracassa enquanto não se rende" é bem verdadeiro, porque enquanto o indivíduo confia, com plena determinação, em Deus como sua Inteligência Governante, não há atividade humana que passa interferir na Grande Emanação que flui em seu redor.

Através dos séculos a humanidade deu toda a sua atenção às aparências externas, atraindo desse modo toda espécie de discórdias e desgraças. Hoje, porém, há milhares que estão chegando ao conhecimento da Presença de Deus dentro deles como Absolutamente Invencível, a ponto de se estarem gradualmente elevando acima da injustiça, da discórdia e da desarmonia motivada pela criação externa. Enquanto a humanidade ou os indivíduos não conservarem sua atenção na "Presença EU SOU", o Deus Interior, encontrar-se-ão cercados pelo indesejável; mas, por meio desta "Presença EU SOU", cada um tem o poder de elevar-se acima da discórdia e perturbação dessa criação exterior.

A princípio, é difícil manter-se firme quando as aparentes nuvens pesadas do temporal estão baixas e pairam sobre o discípulo; porém uma atitude dinâmica consciente e a atenção fixada na Presença do Deus Interior, é como se um relâmpago faiscasse repentinamente do interior de nuvens tempestuosas penetrando e dissolvendo a tempestade que parecia tão ameaçadora.

DO LIVRO DE OURO DE SAINT GERMAIN

Postar um comentário

0 Comentários