MEDITAÇÃO

A  Importância da Meditação



meditando
Uma das coisas de que mais os indivíduos precisam atualmente, e mesmo os discípulos sinceros, é sentir a necessidade de dedicar algum tempo à meditação, pela manhã e à noite, para acalmar a atividade exterior, a fim de que a Presença Interior possa manifestar- se sem obstáculos. Meditar significa, na realidade - sentir - a Presença Ativa de Deus. 
Por conseguinte, quando alguém procura entrar em meditação, não pode arrastar consigo todas as perturbações que o acossaram até aquele momento. Deve afastar, conscientemente, do sentimento e da atenção todas as coisas perturbadoras, e entrar em meditação para sentir a "Presença de Deus" e não para rememorar suas preocupações.


Quando se fez aquela afirmação: "Conhecei a Verdade e Ela vos fará livres", significava o reconhecimento, a aceitação e a atividade da "Poderosa Presença EU SOU". 
Primeiramente ficai sabendo que: "EU SOU" é o Principio Fundamental e a absoluta certeza de liberdade agora. 
Segundo: "EU SOU" é a Presença ativa que governa perfeitamente toda a manifestação em vossa Vida e vosso mundo. Então, tereis penetrado na Verdade que vos trará toda liberdade. 
Devo relatar-vos algo que seria cósmico se não fosse realmente sério: se vosso cãozinho de estimação teimasse em carregar ossos da cozinha para o tapete de vossa sala, que faríeis? Naturalmente acharíeis estar ele fazendo coisa muito imprópria e o castigaríeis. Sabeis, queridos discípulos da Verdade, que ao permitirdes que vossa mente se detenha sobre coisas ou experiências perturbadoras, estais praticando algo muito pior do que fez o cachorrinho? É lamentável que discípulos e indivíduos dificilmente compreendam que nunca, em circunstância alguma, devem procurar reter as águas que passaram sob a ponte. 
Em outras palavras: as experiências desagradáveis, as perdas ou quaisquer imperfeições que acorreram em vossa vida passada, jamais deveriam ser conservadas em vosso presente. São águas passadas - perdoai e esquecei. Dar e perdoar é característica de Deus, realmente. Para ilustração: se um indivíduo se lançar num empreendimento comercial e por falta de compreensão isto malograr ou se desmembrar, é sempre devido à desarmonia da atitude mental e dos sentimentos. Se cada indivíduo, em circunstâncias semelhantes, se firmasse em que somente há Deus em Ação, conseguiria o mais completo êxito. Uma vez que o indivíduo possui livre-arbítrio, se ele não controlar seus próprios pensamentos e sentimentos, destruirá os negócios para si e os alheios. Tal é a Grande Lei, a não ser que cada indivíduo corrija pensamentos e sentimentos e assim os conserve. Todo aquele que se manifesta presentemente na forma física, cometeu erros em profusão - em algum tempo e em algum lugar. Por isto, que ninguém assuma a atitude: "EU SOU mais santo que tu", devendo, porém, ser o primeiro gesto de cada um apelar à Lei do Perdão; se alguém sentir ou enviar crítica, censura ou ódio contra um outro filho de Deus, seja irmão ou irmã, nunca poderá ter iluminação ou sucesso até que invoque a Lei do Perdão. Além disso, a essa pessoa pela qual nutria sentimentos de algum modo perturbadores ele deve dizer - silenciosamente:

  "Eu vos envio a plenitude de meu Amor Divino para abençoar-vos e fazer prosperar"


Esse procedimento é o único meio de desobrigar-se e libertar-se alguém dos aparentes fracassos da atividade externa.

Postar um comentário

1 Comentários

Olá!! Deixe aqui o seu comentário, diga o que achou sobre a leitura.Sua participação é muito importante. Obrigada.