O DEDO MÍNIMO

DEDO MÍNIMO

O DEDO MÍNIMO


É o único dedo onde dois meridianos estão lado a lado. 
São os do Coração (que aí termina) e do Intestino Delgado (que aí começa).
 É o dedo da fineza, do elaborado, mas também o do emocional e do superficial, da aparência, até mesmo da pretensão. 
Aliás, é esse pequeno dedo que levantamos quando queremos, por exemplo, tomar chá socialmente e dar
elegância ao gesto.
As tensões sentidas nesse dedo manifestam uma necessidade de exteriorizar, seja uma tensão de ordem emocional, ou uma tendência à superficialidade ou à subjetividade.
Elas significam que estamos envolvidos demais no papel que representamos ou no parecer, e não estamos o suficiente no natural, no ser.

DO LIVRO: DIGA ONDE DÓI E EU TE DIREI PORQUE
                     
                     MICHAEL ODOUL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!! Deixe aqui o seu comentário, diga o que achou sobre a leitura.Sua participação é muito importante. Obrigada.