PENSANDO E CRIANDO


Nada melhor do que olhar para seu passado e lembrar o que criou para reconhecer, sem nenhuma exceção, que tudo teve origem nos seus pensamentos.
Quando você está deliberadamente decidindo que quer alguma coisa e tem absoluta consciência disso, a criação ocorre em sua plena forma, mas quando você pensa no que não quer e permanece concentrado nisso, também cria, embora seja por omissão - no sentido exatamente oposto ao que realmente pretende ter.
Quando entender bem isso, que a criação depende de você, terá mais possibilidade de controlar efetivamente sua vida.

VAMOS DEFINIR A LEI DA CRIAÇÃO EM TERMOS BEM SIMPLES: DESEJE E CONSIGA –

É EXATAMENTE ISSO! (Talvez um termo melhor do que "querer" seja "ter a intenção de",porque nessa expressão está implícita, além do querer, a expectativa de receber. "Intenção" é uma palavra mais abrangente.)

Assim, vamos redefinir :

 LEI DA CRIAÇÃO: MANIFESTE A INTENÇÃO E CONSIGA - É EXATAMENTE ISSO! 


Na equação, a parte do CONSEGUIR é que normalmente está fora de equilíbrio para muitas pessoas. 
Sim, porque muita gente tem uma imensa lista de desejos não obtidos, e, ao mesmo tempo, resta sempre um espaço para tornar claro o que exatamente tem a intenção de obter. 
Quanto mais pessoas começarem a definir com transparência o que desejam, mais criação deliberada ocorrerá e, como resultado, mais alegria e satisfação.

O CONTENTAMENTO DERIVA DA INTENÇÃO - E, ENTÃO, OCORRE O "CONSEGUIR”, O
“RECEBER”


Por exemplo: "Eu quero um carro novo vermelho, mas é muito caro." Veja, você manifestou o desejo de ter o carro vermelho. É simples, é claro, é objetivo. Mas, na mesma inspiração, acabou com a possibilidade de receber o que quer, ao afirmar que isso é caro demais. E muito do que você poderia criar é justamente invalidado dessa exata maneira.
A definição "Eu quero um carro novo vermelho" é a metade de uma equação necessária para a criação - essa é a parte do desejo ou da Intenção fundamental. Mas a equação deve ser completada. "É muito caro", por sua vez, sufoca imediatamente a permissão de acesso ao desejo. Então, reconheça que você só tem de dizer "Eu quero um carro novo vermelho" sem acrescentar sua contra-reação, sua contra criação, sua destrutiva criação, sua anti criação ou sua não criação.


Do livro: Abraham a Chave do Segredo

ABRAHAM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!! Deixe aqui o seu comentário, diga o que achou sobre a leitura.Sua participação é muito importante. Obrigada.