ACEITAÇÃO DE SI MESMO

coração feliz
Por mais que se tente modificar a natureza humana, ela sempre eclodirá contra a iniciativa infeliz. 

O ser HUMANO, como o próprio nome diz, necessita adquirir a simplicidade de unicamente ser. Necessita aceitar-se tal qual é não se preocupando intimamente com pressões de qualquer espécie. 

Precisa buscar dentro de si os valores que nutrirão sua autoimagem, para que obtenha a força necessária para reduzir os chamados defeitos a níveis de normalidade. 
Não poderá, entretanto, desenvolver uma atitude demasiadamente exigente para consigo mesmo. Para isto, deverá identificar as características inerentes à sua personalidade definidas como defeitos, e que deverão ser aceitas sem restrições. 
Aceitar, bem entendido, não significa gostar. Poder-se-á aceitar uma situação adversa, sem apreciá-la. Mas se houver uma capacidade natural de tolerância, efetivamente ocorrerá a aceitação. 
A nossa humanidade, portanto, é repleta de erros e características desagradáveis. Mas os primeiros passos para a evolução consistem na aceitação sincera e honesta de si próprio. 
Melhor ainda, é descobrir que logo após a aceitação, estará se abrindo o caminho para a aceitação de outras pessoas com suas multiformes características, e vice versa, sendo o círculo de convivência ampliado consideravelmente. 



Fraternalmente,





Eurípedes Barsanulfo B. Viana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!! Deixe aqui o seu comentário, diga o que achou sobre a leitura.Sua participação é muito importante. Obrigada.