O trabalho, a carreira e a realização profissional

Trabalho

Para você, o trabalho é? 

- Uma obrigação ou uma fonte de prazer? 

- Um meio de sobrevivência ou uma oportunidade para desenvolver suas potencialidades? 

- uma coisa monótona, um sacrifício ou uma realização? 

Nós, brasileiros, infelizmente, crescemos com algumas idéias distorcidas do que vem a ser o trabalho. 

- trabalho é luta e escravismo. 

- trabalho é obrigação e não prazer. 

- trabalho é uma necessidade maçante. 

- trabalho é um fardo duro de carregar. 

- trabalho rouba nosso tempo. 

- trabalho, na área que se gosta, não dá lucro


Em geral, o trabalho é visto como uma obrigação. Ao alimentarmos essa ideia, não percebemos a satisfação advinda da atividade que desenvolvemos.
Com esse sentido de obrigação, o trabalho torna-se maçante. As pessoas passam a trabalhar pensando na aposentadoria, no que farão quando estiverem livres do compromisso desagradável do trabalho. Essas pessoas não se dão conta de que farão quando estiverem livres do compromisso desagradável do trabalho. Essas pessoas não se dão conta de que estão tolhendo suas possibilidades de sucesso profissional. Não se arriscam a mudar de emprego e a procurar um atividade que acabe com a monotonia da vida. Acomodam-se na situação e não fazem nada para sair dela. Queixam-se de que a vida não os favoreceu em nada, que não tiveram sorte. 

Quem não se valoriza, não tem sucesso na vida. 

O trabalho não é só uma obrigação ou um meio de sobrevivência. A função do trabalho é a realização do homem. Em qualquer trabalho que faça, seja manual ou intelectual, você coloca em movimento o seu potencial e, com isso, possibilita o seu crescimento. Nenhum trabalho é mais importante que outro. O trabalho mais importante é sempre aquele que você faz com capricho. 
Trabalhando por obrigação, dificilmente as pessoas atrairão boas oportunidades na vida, bons empregos, altos salários, colegas cooperativos, etc. O sentido de obrigação torna as pessoas mal-humoradas, folgadas, lerdas, queixosas, desanimadas e desmotivadas. 
Para as pessoas que vêem o trabalho como obrigação, tudo o que fazem é difícil, independente da função que exerçam. 
No outro extremo, estão as pessoas que vêem o trabalho como realização. Possuem uma enorme vontade de aprender e colocam empenham no que fazem. São pessoas nutritivas. Relacionam-se bem com o chefe, com os colegas, e fazem do local de trabalho um ambiente saudável, leve e gostoso. Normalmente são bem remuneradas. Quando percebem que o trabalho que exercem não preenche mais suas necessidades de realização, partem para outra atividade, sentindo que a vida pode lhes trazer as condições que querem. 
Imaginar que o dinheiro e prazer não possam estar juntos é um conceito pobre, já que a vida se expressa na abundância. 
Investir no trabalho e na prosperidade profissional com prazer é perceber a atividade que você exerce como algo revitalizador e como fonte de crescimento e desenvolvimento constantes. 
Com relação ao trabalho, outro aspecto importante é a questão da escolha de carreira. Muitas pessoas optam por carreiras que proporcionem status e poder, sem levar em consideração a atividade que irão desempenhar. Depois não entendem a satisfação do trabalho. Normalmente, essas escolhas profissionais decorrem da influência da família. 
A escolha da profissão, ou do trabalho, bem como todas as opções que fazemos na vida, deve estar no fluxo da prosperidade para que obtenhamos resultados satisfatórios. Para que isto ocorra, é preciso que você esteja centrado em si mesmo, pois só assim poderá fazer uma opção lúcida e consciente. Dessa forma, você não será como a maioria insatisfeita que e acomoda a anos a fio, exercendo atividades que não trazem realizações. 
A valorização não tem nada a ver com a aprovação que o mundo lhe dá ao executar uma tarefa. Tem a ver com o fato de você dar importância ao que sente diante das coisas. 
Quando desenvolve a autoconfiança, você fica atraente, e sua aura brilha mais, irradiando segurança. A aura é o campo energético localizado ao redor do nosso corpo físico. De certa forma, ela é responsável pela primeira impressão que causamos aos outros, seja de simpatia ou de aversão. 
Para atrair um trabalho que lhe dê satisfação é preciso estudo e empenho. Ao mesmo tempo, é preciso acreditar que a realização é para você e que ser espiritual é ser rico em todos os aspectos da vida, pois só assim as coisas vão dar certo. 
Se você começa o dia reclamando do trabalho, da rotina estafante, você se mantém num padrão que não favorece o seu crescimento nessa área. Ao invés de queixas, sugiro que você abençoe o que faz. Abençoar é ver o seu trabalho com bom humor e satisfação.

Faça Dar Certo


Luiz Antonio Gasparetto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!! Deixe aqui o seu comentário, diga o que achou sobre a leitura.Sua participação é muito importante. Obrigada.