OS PSICÓLOGOS SABEM SOBRE O MILAGRE DA CONSCIÊNCIA

Os psicólogos e o milagre da consciência

Dois psicólogos notáveis foram o suíço Dr. Carl Junge e o pai da psicologia americana, Willian James. Eles descobriram que o homem não tem só uma mente subconsciente que contém a memória e as emoções, mas que também tem um terceiro nível mental mais profundo - um nível superconsciente - no qual reside uma inteligência divina que trabalha por e  através das fases conscientes e subconscientes da mente para produzir feitos fantásticos na vida do homem rapidamente.

AQUELE QUE CRER EM MIM FARÁ TAMBÉM AS OBRAS QUE EU FAÇO; ELE FARÁ OBRAS ATÉ MAIORES, PORQUE EU VIM DO PAI

O que esses psicólogos nomearam de superconsciência,divina inteligência ou mente divina divina do homem

é nomeado por alguns como "a mente de Cristo" ou  "a consciência de Cristo". O motivo pelo qual algumas pessoas se referem  a esse nível profundo superconsciente como a mente de Cristo ou a consciência de Cristo é porque Jesus Cristo parecia conhecer isso e tinha desenvolvido esse nível de milagre na mente, como é mostrado na sua vida, mistérios e ensinamentos.

Nós sabemos que todos os homens possuem a mesma mente de Cristo dentro deles, da mesma forma, a qual, quando ativada, pode produzir milagres aparentes em um instante. ele prometeu aos seus seguidores ( e suas promessas se aplicam  também aos seus seguidores do mundo moderno de hoje) :

"AQUELE QUE CRER EM MIM FARÁ TAMBÉM AS OBRAS QUE EU FAÇO; ELE FARÁ OBRAS ATÉ MAIORES, PORQUE EU VIM DO PAI" ( João 14:12).


Jesus Cristo realizou feitos, quebrando a camada de pensamento negativo, tarefa na qual a raça humana tinha falhado. Pela quebra dessa negação mental, ele abriu o caminho para todos, de modo que todos ficaram sintonizados em Seu poder para fazer o mesmo. Através da consciência de Jesus que foi gerada por Sua vida, morte e ressurreição.

Ele orientou-nos para animar esse milagre do poder da superconsciência  no homem e reconectar a humanidade com ele, para que o homem pudesse volar ao estado mental do Éden, em que todas as coisas eram possíveis, quando o homem tinha o domínio sobre a terra e sobre si próprio.

(Trecho do livro: AS LEIS DINÂMICAS DA ORAÇÃO)

Catherine Ponder


Postar um comentário

0 Comentários