TUDO O QUE VOCÊ QUER É SEU

O que você encontrará a seguir resulta de transcrição completa de algumas sessões de grupo com Abraham. 


lei da atração

Talvez as respostas para algumas de suas questões estejam a seguir. Esperamos que você compreenda que Abraham tem uma maneira de sentir mesmo o que não foi explicitado em cada questão. As respostas aqui transcritas foram dadas para pessoas que estavam presentes aos eventos.


ABRAHAM: 


Nós estamos muito satisfeitos que vocês estejam aqui. Como estamos começando, será fundamental para vocês trazer para sua mente consciente, da maneira mais específica possível, o desejo que procuram compreender.é uma boa ideia entrar em cada segmento de seu dia com uma pequena pausa para identificar o que realmente quer daquele período ou vivência, porque ao fazer isso você se torna um Filtro Seletivo e, de fato, o Criador Deliberado desse segmento.
Se você não pára para identificar o que está querendo, então não está na posição de atuar de maneira deliberada. Assim pode ser facilmente influenciado pelo que está acontecendo ao seu redor ou por seus velhos hábitos, que já não se aplicam ao caso presente.
Como a sessão está se iniciando, Esther definiu sua intenção de falar claramente as palavras que estamos oferecendo a vocês. E também declaramos nossa intenção de estimular vocês a pensarem.
Não há uma direção realmente específica do que estamos tentando oferecer a vocês.
Não se trata de acreditarmos que vocês tenham de abrir mão (ou não) de algo em que acreditam para se concentrarem em algum outro ponto. Não é disso que se trata.
Nós somos mestres, estamos aqui para ensinar Leis Universais aplicáveis a toda e qualquer experiência de vida -- física ou não-física --, fundamentais para a evolução.
Ratificamos a necessidade de cada um estar voltado para o que quer, não importa o que seja, porque isso é indispensável para criar o que você realmente deseja.
O que você ouvirá de Abraham, e à medida que entender e aplicar esses ensinamentos,permitirá expandir essa maravilhosa experiência de vida física que está experimentando, porque lhe dará a liberdade ou o controle, que, você sabe, são seus, a partir de sua mais profunda perspectiva.

PERGUNTA:

Como podemos combinar ambos os pontos de vista a partir dos quais estamos trabalhando: físico e não-físico?

ABRAHAM:

 Sem reconhecer que o Ser Interior existe e sem permitir o que chamamos de mescla -- a respeito do que falaremos mais claramente --, um ser físico pode criar magnificamente, simplesmente focalizando o que deseja, simplesmente aplicando o que chamamos de "pensamento positivo", nunca pensando em nada que seja negativo.Frisamos que isso basta para que se crie de maneira gloriosa.
O que estamos falando, aqui, é da CRIAÇÃO DELIBERADA perfeita. O que oferecemos a vocês é liberdade absoluta. Veja, tão importante quanto entender o Processo Criativo -- ou seja, que você pode criar as coisas que deseja --, é compreender como ele funciona, assim você pode PARAR de criar o que NÃO quer.
Muitos seres têm aquelas pequenas coisas (que não desejam) acontecendo em sua experiência de vida, e não entendem por que isso ocorre. Vamos a um exemplo. Uma pessoa muito concentrada em seus objetivos de negócio, associados com "pensamentos positivos", é um ser que teoricamente está em movimento ascendente, criando de maneira magnífica no mundos dos negócios. Mas, ao mesmo tempo, na esfera pessoal, está dominada pelo câncer ou por alguma outra doença "fatal", porque não entende que todos os seus pensamentos criam. Essa enfermidade pode ser resultado de algum medo que foi estimulado por um ou mais membros de sua família, quando essa pessoa era criança, ou ainda muito jovem. Assim, carregou isso consigo, em seu interior mais profundo. Por toda a sua vida, a cada momento em que a palavra "câncer" vinha à tona, ela pensava a respeito com terrível medo, preocupando-se com isso, com medo de ser uma vítima. Ao ouvir todos os alertas dos diferentes meios de comunicação, seus pensamentos sempre foram estimulados para a criação disso que ela não desejava, ao contrário, que temia.
O que estamos oferecendo não é um caminho para ajudá-los a conseguir um carro ou muitos dólares, mas sim um modo de controlarem completamente sua experiência de vida, para que possam criar deliberadamente todas as partes dela. Portanto, vocês podem eventualmente atrair os motoristas que estão na estrada também procurando segurança, como você, e ao mesmo tempo repelir os que estão confusos ou que se arriscam demais, sem dar a menor importância à segurança. Conseguem entender isso?

PERGUNTA: 

Como a AÇÃO entra nisso? Basta dizer "muito bem, eu quero isso, e isso vai acontecer"? Não tenho de fazer nada mais a respeito?

ABRAHAM:

 Quando você deseja algo, realmente, e libera esse desejo para o Universo, você está fazendo aquela mescla de que falamos, então terá indicadores e oportunidades para agir. Sua AÇÃO segue suas intenções dominantes sempre. Preste atenção nisso.
Você está sempre fazendo algo, e se você não identifica sua intenção dominante, sua ação e suas palavras seguem seus hábitos ou a influência de outras pessoas. É por isso que existe tanta criação negativa. Quando você realmente quer algo, encontra um fácil alinhamento de pensamento, palavra e ação -- essa é a chave.
Há aqueles que costumam dizer: "Abraham, você não pode estar realmente querendo dizer que tudo o que temos a fazer é pensar em algo para que se torne realidade?"
O que estamos dizendo é que quando você coloca seu pensamento em movimento, não apenas você, mas cada um que esteja ligado àquela criação, será levado à AÇÃO que trará para você aquilo que quer.

JERRY:

É como plantar uma semente de árvore no solo. Você não pode pensar nela como uma árvore. Quando você semeia, a Força da Vida entra em ação...


ABRAHAM: 


É isso mesmo, é um bom exemplo.

JERRY: 

Você já disse uma vez: "Tudo o que você quer é seu." Agora eu sei que pode ser,porque tenho certeza de que posso conseguir o que eu quero. Mas e se o que eu quero é a mesma coisa que ela quer, ou seja, ambos desejamos o mesmo, e só existe uma dessas coisas, o que acontece?

ABRAHAM: 


Crie outra coisa.

JERRY: 


Se eu consigo, ela não; e se ela consegue, eu não?


ABRAHAM: 

Não existe um só tipo de qualquer coisa. VOCÊ É CRIADOR. Você não é alguém que subtrai ou se apodera, ou uma criatura ambiciosa... você não está procurando um prêmio que foi criado por uma outra pessoa. Você é criador do seu prêmio, e ela é criadora do prêmio dela. Se você deseja isso, crie. (Para ela: se você deseja isso, crie.) Assim, ambos deixam o que ela já criou sossegado. É dela.

JERRY:


 E se for essa xícara que está bem aí na sua frente (sobre a mesa)?

ABRAHAM: 

Se você quer uma xícara, crie. Diga, todos os dias, quando você levantar: "Eu quero uma xícara. Eu quero que essa xícara tenha tal cor e tal tamanho, e quero que tais palavras estejam escritas em sua superfície."
Temos aqui uma questão muito importante... é a primeira vez que isto está sendo falado, vocês estão atentos? Vocês são criadores de todas as coisas. Vocês acreditam que tudo que existe neste mundo físico já foi criado e por isso brigam pelas coisas. Essa é a razão por que existem as guerras e as barreiras. É porque vocês pensam que só existe determinada quantidade de riqueza ou valor. Por isso existem tantos instrumentos de luta para conseguir a maior parcela do seu lado, justamente porque vocês não entendem que SÃO OS CRIADORES. O Universo proporciona tudo, não importa o que queiram, se permitirem que venha. Aqui, vocês estão falando sobre bloquear a permissão. Vocês acreditam que existe uma única xícara dessas e que é realmente dela, que se ela quer muito isso você ficará na posição de jamais ter esse objeto...

JERRY:


 Eu não gostaria de tomar alguma coisa que fosse tão importante para ela.


ABRAHAM: 


Crie a sua própria. Compreenda que não há nada que pertença a alguém.


Você não pode pegar o que é dela, levar embora. Crie a sua própria, o que você quer. Ela poderia até oferecer esse objeto a você, mas você não ficaria satisfeito, porque o que realmente o satisfaz é o que você cria.





Do Livro: A chave do Segredo

Abraham Hicks

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Somos o que pensamos. Daí termos que ter muito cuidado com os nossos pensamentos.

    ResponderExcluir

Olá!! Deixe aqui o seu comentário, diga o que achou sobre a leitura.Sua participação é muito importante. Obrigada.