A CURA ( OU A ENFERMIDADE) PELA FÉ -



Continuação da transcrição de algumas sessões de grupo com Abraham:


FÉ

PERGUNTA: 

Sim. Sou ex-técnico de raio X e estou muito contente de não estar mais trabalhando nisso, porque criei muito nessa direção.
Eu estava ouvindo uma de suas fitas, quando você diz que Esther e Jerry estavam criando uma caixa de primeiros socorros e, em seguida, começam a se machucar. Eles trouxeram isso para suas vivências porque estavam voltados para a caixa de primeiros socorros?

ABRAHAM: 

Certamente. O pensamento a respeito de uma necessidade a atrai.

COMENTÁRIO:

 Eu quero que você saiba que isso realmente me ajudou, em muitas ocasiões, a saber em que eu não quero manter o foco. É maravilhoso ser capaz de ver.
Alguém que trabalhou em uma enfermaria e permaneceu com o foco nisso caminhará para a morte mais rapidamente?


ABRAHAM:

Não é preciso que seja assim. É bem possível ter um trabalho como esse, lidar com seres doentes e dizer a si mesmo, todos os dias: "Eu estou cuidando dessas pessoas para aliviar seu sofrimento em relação ao que elas mesmas criaram. E eu não tenho a intenção de criar nada para mim, exceto saúde."

COMENTÁRIO:

 Mas a maioria das pessoas não sabe disso...

ABRAHAM:

 Sim. Isso é certo.


PERGUNTA:

 Assim, o que elas fazem é criar por omissão?


ABRAHAM:

 Sim.

PERGUNTA: 

Você pode desejar algo para outra pessoa?

ABRAHAM:

 Não, não pode. Se você quer que outra pessoa compreenda o que você compreende, então, por meio de sua forte intenção e seu poder de influência, você pode estimular o compartilhamento de um pensamento, e então ela pode começar a atrair isso para a própria vivência. É o que chamamos boa ou má influência.
Se há um amigo que sempre fala de doença, e você fica ali, ouvindo com atenção,atuando como um amplificador de som, você é uma influência negativa, porque encoraja a criação negativa. Mas se, ao contrário, você falar apenas de saúde, de prosperidade,de coisas que você mesmo quer para sua vida, então estará influenciando por meio do desejo que considera bom. Entendeu?
Você está correto. Muitos seres não compreendem isso, então, por força do hábito ou da influência generalizada, eles se estimulam em direção à criação negativa. Assim, pensam que é algo que está além de si mesmos, que não fizeram de propósito, mas sim que alguém provocou.

COMENTÁRIO:

 Eu gostaria de dizer a essa senhora: "Saia dessa enfermaria. Olhe para seus dedos. Você está criando isso..."




Do Livro: A Chave do Segredo

Abraham Hicks





Postar um comentário

0 Comentários